Coleta tradicional da veia safena magna e artéria radial

Anteriormente, a remoção da veia safena magna significava fazer uma incisão longa do tornozelo até à virilha, dependendo de quantos enxertos de ponte o cirurgião precisa fazer. Este procedimento usa o instrumental cirúrgico padrão. Muitas vezes, a incisão é a mais longa feita em qualquer procedimento cirúrgico - podendo chegar até 50 cm de comprimento.
A coleta tradicional continua sendo o padrão ouro globalmente para a coleta de veias. O equipamento e a técnica cirúrgica são familiares aos cirurgiões.
Os riscos da coleta tradicional são semelhantes a qualquer procedimento cirúrgico e incluem infecção, lesão térmica, sangramento e laceração. Além dos riscos, a dor da incisão é mais significativa quando comparada com uma abordagem menos invasiva.

Coleta tradicional vs. coleta endoscópica de vasos (EVH)